Carrinho de Compras

* Calcule seu frete na página de finalização.

* Insira seu cupom de desconto na página de finalização.

20/02/2021

Você já ouviu falar em Pegada Hídrica? Água, fonte de vida.

Água, fonte de vida

Sou água caindo nas matas

Brincando nas ruas

Virando cascata

 

Sou água descendo a serra

Adornando a colina

Entrando na terra

 

Sou água escorrendo dos montes

Enchendo os rios

Jorrando nas fontes

 

Sou água salgada

Nas praias, nos mares

 

Sou água doce

Nos rios, nos lares

 

Sou água que gera energia,

Vida, saúde e alegria

 

Sou, hoje, água triste

Descendo o morro

Escondida a calha

Pedindo socorro

 

Salvem-me!

Alaíde Santos.

Crédito da imagem: Anastasia Taioglou on Unsplash

 

Desde o início de nossa jornada, buscamos deixar claro a nossa inquietude e compromisso com o meio ambiente através da não geração de resíduos plásticos a partir de embalagens de produtos de limpeza.

Conheça a nossa trajetória.

 

Mas hoje abordaremos um tema sobre o qual ainda não falamos por aqui, a água!

Para a produção de embalagens plásticas, assim como grande parte dos produtos de nosso consumo, a água é um insumo essencial mas muitas vezes, foge do nosso conhecimento a quantidade necessária de água usada em produtos usados comumente. Mas permaneceremos fiéis ao nosso propósito em relação a geração de resíduos plásticos, esmiuçando mais a fundo o tema e te trazendo informações ricas para te ajudar a entender de maneira mais simples algo que é de extrema complexidade. E assim aprendermos juntos, como sempre! A evolução pela troca e aprendizagem é contínua por aqui =)

Pegada de carbono já é um termo familiar, mas e Pegada Hídrica, você já ouviu falar?

Segundo a organização Waterfootprint, a ideia de considerar o uso da água ao longo das cadeias produtivas ganhou interesse após a introdução do conceito de ‘pegada hídrica’ por Hoekstra, em 2002. A pegada hídrica é um indicador do uso da água que considera não apenas o seu uso direto por um consumidor ou produtor, mas, também, seu uso indireto. A pegada hídrica de um produto é o volume de água utilizado para produzi-lo, medida ao longo de toda cadeia produtiva.

Ainda segundo a organização, a pegada hídrica de um produto é definida como o volume total de água doce que é utilizado direta ou indiretamente em seu processo produtivo. Sua estimativa é feita com base no consumo e na poluição da água em todas as etapas da cadeia produtiva. O cálculo é semelhante para todos os tipos de produtos, sejam eles derivados dos setores agrícola, industrial ou de serviços.

Para quem tiver interesse em se aprofundar no tema, acesse o estudo feito pela Waterfootprint (rede multidisciplinar de pesquisadores e empresas que estudam o consumo de água nos processos produtivos) que balizou o nosso texto, aqui na íntegra.

 

Por que devemos nos importar com a nossa pegada hídrica?

A água doce é um recurso escasso; sua disponibilidade anual é limitada e a demanda está crescendo. A pegada hídrica da humanidade excedeu os níveis de sustentabilidade em diversos lugares e é distribuída desigualmente entre as pessoas. Uma boa base de informações sobre as pegadas hídricas das comunidades e das empresas nos ajuda a entender como podemos fazer um uso mais sustentável e equitativo da água. Em muitos lugares no mundo ocorrem sérios problemas de escassez ou poluição de água: rios que estão secando, níveis de lagos e água subterrânea que estão sendo rebaixados e espécies que estão ameaçadas em decorrência da contaminação da água. A pegada hídrica ajuda a mostrar a conexão que existe entre o nosso consumo diário de produtos e os problemas de escassez e poluição da água que ocorrem em outros lugares, ou seja, nas regiões onde esses produtos são produzidos. Quase todo produto apresenta uma pegada hídrica menor ou maior, o que é do interesse dos consumidores que compram esses produtos, bem como das empresas que os produz.

 

Como posso reduzir minha pegada hídrica?

É possível reduzir suas pegadas hídricas diretas (uso doméstico da água) adotando medidas, tais como válvulas de descarga eficientes e chuveiros que economizam água, fechar a torneira enquanto escovam os dentes, utilizar menos água no jardim e não descartar medicamentos, tintas ou outros poluentes na pia ou no tanque.

Geralmente, a nossa pegada hídrica indireta é muito maior do que a sua pegada hídrica direta. Uma opção é mudar o nosso padrão de consumo, substituindo um produto que tenha pegada hídrica grande por outro que tenha uma pegada hídrica menor. Alguns exemplos incluem comer menos carne, beber menos café, optar por roupas feitas com tecidos à base de fibras sintéticas artificiais ao invés de algodão. Mas sabemos que essas medidas têm limitações, pois abrir mão de carne, café e algodão não é algo trivial. Uma segunda opção é optar pelo uso de algodão, carne ou café que tenham pegadas hídricas relativamente baixas ou cujas pegadas hídricas não estejam localizadas em áreas que sofram grande escassez de água. Isso exige, no entanto, que busquemos acesso às informações necessárias para que possamos fazer nossas escolhas de maneira consciente na hora da compra.

 

Hora de falar sobre impacto da água nas embalagens plásticas.

Segundo o portal E-Cycle “As garrafas de água, na grande maioria das vezes, são feitas de PET. De acordo com matéria publicada na revista National Geographic, os EUA, maior consumidor mundial de água mineral engarrafada, supre sua demanda anual com o equivalente a 29 bilhões de garrafas, para as quais a produção envolve cerca de 17 milhões de barris de petróleo na manufatura do PET. Uma quantidade considerável, sobretudo ao pensarmos que se trata de um produto praticamente descartável. Isso mesmo, uma quantidade enorme de energia envolvida para que utilizemos somente uma vez o produto. De certo importa a reciclabilidade do material, mas não devemos esquecer o investimento em energia e logística necessários à reciclagem e, sobretudo, que somente uma fração do produto acaba sendo reprocessado. Uma enorme quantidade do material tem como destino os depósitos de lixo e o pior, muitas vezes acabam em rios e mares. “

Vamos considerar a embalagem plástica de meio litro, que é comumente usada pelos nossos sachês concentrados. Ainda segundo a Water Footprint Network, três litros de água é uma média do volume necessário para fazer uma garrafa de meio litro. Em outras palavras, a quantidade de água usada para fazer a garrafa pode ser até seis ou sete vezes o que está dentro da garrafa. Isso, sem mencionar a água usada na fabricação do produto de limpeza em si. Cada família consome mensalmente uma média de seis produtos de limpeza na sua casa. Anualmente podemos concluir que o descarte médio fica em torno de 72 embalagens de meio litro, ou 216L de água apenas com as embalagens descartáveis. Já imaginou o impacto que seria possível se todo mundo deixasse de limpar a casa descartando embalagens?

Por aqui, não há o descarte da embalagem plástica. Nossos produtos também não utilizam água como insumo na produção, o que minimiza ainda mais o nosso impacto.

Nosso desafio está na redução do impacto em função das pequenas caixinhas de papel cartão que embalam os nossos sachês, seguindo as normas da Anvisa. Mesmo com toda a preocupação e engajamento que temos em relação a não geração de resíduo nossas pequenas embalagens de papelão que fazem com que nossos sachês cheguem intactos à sua casa são as únicas em nossa cadeia que usam água. Uma folha de A4 gasta em média 10 litros para ser produzida e uma boa maneira de reduzir o impacto é aproveitar a caixa e o frete para fazer uma compra maior de uma só vez, já que em uma caixinha cabem até seis sachês dependendo do produto. Dessa forma há uma redução considerável tanto do gasto de água em função da embalagem, quanto da emissão de gases de efeito estufa em função da logística. A boa notícia é que o papelão da nossa embalagem é facilmente reciclado por várias vezes e que seguimos sempre pesquisando e aprimorando o nosso conhecimento para te trazer soluções simples, do bem, amigas do meio ambiente e que facilitem a sua vida.

Quero conhecer os produtos Desembala e

iniciar a minha jornada de consumidor consciente

 

 

Referências Bibliográficas:

https://www.watercalculator.org/wfc2/complete/

https://www.waterfootprint.org/media/downloads/ManualDeAvaliacaoDaPegadaHidrica.pdf

https://www.ecycle.com.br/component/content/article/35/1370-como-consumir-a-agua-de-maneira-sustentavel.html

https://freshwaterwatch.thewaterhub.org/pt-br/blogs/how-much-water-your-bottle

https://www.npr.org/sections/thesalt/2013/10/28/241419373/how-much-water-actually-goes-into-making-a-bottle-of-water

https://blog.waycarbon.com/2014/01/o-consumo-de-agua-na-producao-de-agua/

Aleta Nunes.

  • Por: R$ 9,90
    Comprar

    Limpa Pisos - Madeira/Laminado

    Limpa piso laminado, limpa piso de madeira, limpa azulejo, limpador de piso variado. Ph neutro, limpa sem danificar, sem deixar resíduos e com um perfume incrível. Produto concentrado, Biodegradável, vegano, cruelty free, sem cloro e sem petroquímico.

  • Por: R$ 16,00
    Comprar

    Esponja Vegetal - Kit com 3 unidades

    Esponja vegetal feita à mão por artesãs mineiras que trabalham com a trepadeira da família das cucurbitáceas. A esponja vegetal é ideal para lavar louça e superfícies sem riscar! 100% natural e compostável. Limpeza eficiente, limpeza eficaz e higiênica.

  • Por: R$ 8,90
    Comprar

    Limpador Multiuso e Limpa Vidro

    Limpador multiuso para superfície: móveis, vidros, metais, mármore, paredes, plásticos etc. Limpa vidro e usado para limpar espelho, limpar box de banheiros, limpar box de vidro, etc. Eficaz na limpeza. Sem abrasivos, biodegradável, vegano e cruelty free.

  • Por: R$ 17,70
    Comprar